.

Eduardo Amorim tem decisão favorável no STF

Após manifestação da Procuradoria Geral da República (PGR), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, arquivou o inquérito 4.438, que investigava suposta destinação de recursos pela Odebrecht para a campanha de Eduardo Amorim a governador de Sergipe, em 2014.

Na decisão, assinada na última terça-feira (28), o ministro do STF ressalta que “na hipótese dos autos, tal como destacado pela Procuradoria Geral da República, constato que, de fato, não há suporte probatório mínimo de materialidade e de autoria que ampare o oferecimento de denúncia, sendo, portanto, de rigor o imediato arquivamento deste inquérito”, o que deixa claro que nada houve de irregular na campanha de 2014

Para Eduardo Amorim, o arquivamento corrobora tudo o que ele havia declarado: todas as doações para sua campanha foram oficiais, declaradas e encontram-se à disposição no site do TSE.

“Como médico especialista em tratamento da dor, vivi um das piores dores que existe: a dor da injustiça. Fui acusado do que nunca fiz, nunca vi. Mas a consciência sempre esteve tranquila, porque a verdade é única e sempre prevalece”, salienta Eduardo.

Eduardo Amorim ascom