.

Pai de piloto da aeronave que caiu com Gabriel Diniz depõe na Polícia Federal

Erivaldo Farias, pai de Abraão Farias, vítima no acidente com a aeronave que conduzia o cantor Gabriel Diniz, depôs hoje, 04, na sede da Polícia Federal, em Aracaju (SE). Ele voltou a afirmar que o avião que o filho pilotava havia sido fretado pelo aeroclube de Alagoas pelo valor de R$ 4 mil, negando a versão do aeroclube alagoano que havia afirmado que o músico viajava de carona

O acidente que matou Gabriel Diniz, o piloto Abrão Farias e o copiloto Linaldo Xavier aconteceu no dia 27 de maio, por volta do 12h30. A aeronave do tipo Piper Cherokee PT-KLO, fabricada em 1974 e pertencente ao Aeroclube de Alagoas, caiu no povoado Porto do Mato, município de Estância, a cerca de 60km de Aracaju.

Antes de prestar depoimento, seu Erivaldo e a esposa estiveram em Porto do Mato. O casal foi conhecer e agradecer as pessoas que tentaram salvar o filho e participaram do resgate dos corpos das vítimas.

A mãe de Abraão disse que falou com o filho pouco antes dele levantar voo. “Falei com ele pelo meu ‘zap’ era 12h10 em ponto, ele me pedindo para ir buscar no aeroclube uma e meia. Eu fui, mas ele não chegou”, disse a mãe de Abraão muito emocionada em entrevista à TV Atalaia, afiliada da Rede Record.

Fonte: FAN F1