.

Servidor dos Correios suspeito de desviar mercadorias e revender vai responder em liberdade

O servidor dos Correios e o receptador presos pela Polícia Federal (PF), suspeitos de se apropriar e revender celulares em encomendas, estão em liberdade. As prisões ocorreram nesta quarta-feira (5) em Aracaju (SE).

Após as prisões, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Federal as Seção Judiciária de Sergipe, que fazem parte da Operação ‘Dissimulare’. A ação teve como objetivo desarticular uma associação criminosa que desviava objetos em trâmite no Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), na capital sergipana, para revendê-los.

De acordo com a PF, o servidor vendeu as mercadorias por R$ 2.700, para o receptador. Na residência dele, foram apreendidos R$ 90 mil em espécie e outros objetos desviados da empresa. Com os receptadores, também foram encontradas mercadorias desviadas, principalmente smartphones e produtos de beleza. Os investigados responderão pelos crimes de associação criminosa, peculato e receptação.

Fonte: G1/SE