.

Tv por assinatura libera sinais de mais canais na tentativa de atrair público

Ao perder um número significativo de assinantes, a TV por assinatura na Sky liberou, no domingo (2), oito canais durante todo o mês de junho, entre eles HBO, AMC, Fox Life e E!.

O primeiro será o canal de séries e filmes AMC. Entre os destaques, a estreia do terror "NOS4A2", baseado no best-seller de Joe Hill sobre um ser imortal que se alimenta das almas de criancinhas e as leva para a Terra do Natal.

Entre os dias 07 e 09, os canais HBO serão liberados, onde será possível ver a estreia da segunda temporada da série "Big Little Lies, que tem grandes nomes como Nicole Kidman, Reese Whiterspoon, Zoë Kravitz e Shailene Woodley, e agora com o reforço de Meryl Streep.

No dia 09, é a vez da abertura do Fox Life, que entre os destaques estão os novos capítulos do drama hospitalar "New Amsterdam" e dos socorristas de Los Angeles na segunda temporada de "911".

O Canal E! também estará disponível entre 24 de junho e 2 de julho, onde os clientes poderão acompanhar a estreia do reality "Luana é de Lua", com a atriz Luana Piovani no dia 25, às 21h.

Crescimento de  números de clientes cancelam assinatura

A TV paga sofreu nova queda em abril e a Sky foi quem mais caiu. De cada 10 clientes que cancelaram sua assinatura entre todas as operadoras, seis eram da companhia.

O serviço teve no último mês um total de 166 mil cancelamentos e 57,5% deles foram na Sky, que perdeu 70,5 mil assinantes. Foram 50,8 mil contas a menos, o que a colocou com um total de 8,33 milhões. Já a Claro, na tecnologia DHT, que conta com 1,42 milhão de assinantes, tendo perdido em abril 18,4 mil, a Net, TV por cabo que fechou o último mês com 32,3 mil assinaturas a menos, totalizando ainda 6,91 milhões de clientes e a Vivo TV perdeu um total de 19 mil contas e agora possui 1,5 milhão. 

A única a apresentar crescimento no período foi a Oi TV. A empresa cresceu seus números em 3 mil e atingiu a marca de 1,6 milhão de clientes. A soma das operadoras menores representou perda de 28 mil assinaturas.