.

Corpo de PM morto em Areia Branca é sepultado em Lagarto


Homenagens da corporação, de amigo e de familiares marcaram a despedida ao soldado da Polícia Militar do Estado de Sergipe (PMSE), Genézio Monteiro da Cruz, de 30 anos.

O corpo dele estava sendo velado desde o começo da tarde dessa segunda-feira, 26, em um velatório no município de Lagarto (SE), onde o militar morava.

Por volta das 9h, em cortejo o caixão foi levado pelas ruas da cidade até o cemitério municipal, onde foi recebido com salva de tiros disparados pela Companhia de Caatinga da PM. No céu, homens do Grupamento Tático Aéreo (GTA) também participaram da despedida.

O soldado fazia parte da PMSE desde 2014. Na última quinta-feira, 22, ele foi homenageado pela Polícia Militar durante cerimônia ocorrida no 11º BPM, sediado no município de Tobias Barreto (SE), onde ele estava lotado.

O militar morreu na noite do domingo, 25, durante troca de tiros com um criminoso, quando  cumpria serviço extraordinário em uma cavalgada no povoado Pedrinhas, em Areia Branca, região do Agreste Central sergipano. Natural da cidade de Itapicuru na Bahia, ele morava na cidade de Lagarto e deixa esposa e dois filhos.

O suspeito de ter provocado toda a confusão e a morte do policial foi baleado e preso no local. De acordo com a PM, ele é ex-presidiário.


Fonte: Fan F1