.

Daniel Paulista vê Confiança pouco produtivo contra o Treze, mas mantém otimismo: "Depende de nós"

Justamente no momento decisivo, o Confiança caiu de produção na Série C. Precisando de uma vitória em casa para garantir classificação antecipada para as quartas de final, o Dragão decepcionou. Diante de mais de 14 mil torcedores na Arena Batistão, foi derrotado pelo Treze de Campina Grande por 1 a 0. Com o resultado, a equipe paraibana escapou momentaneamente do Z-2. Nas últimas quatro rodadas, de 12 pontos possíveis, a equipe do Bairro Industrial somou apenas um.

Em campo, um time pouco inspirado, que não teve volume de jogo e produziu de forma acanhada. Ainda cometeu erros defensivos, como o que originou o gol do Treze, contra de Thallyson.

- O resultado foi o reflexo do que foi o jogo. A equipe não se encontrou, não fez um jogo tanto no primeiro quanto no segundo tempo da maneira que sempre atuou, jogando para frente, com mobilidade e movimentação. Nosso time aceitou facilmente a marcação do adversário, em momento nenhum foi superior. Acho que esse foi o jogo em que criamos menos oportunidades durante toda a Série C. Nossas chances de gol foram em virtudes de bolas espirradas, bate-rebate e acabaram sobrando para a gente. Ainda quase marcamos, mas com jogadas trabalhadas, triangulações, movimentações não aconteceu durante a partida. Nosso time foi facilmente marcado pelo adversário e perdemos uma grande oportunidade de alcançar a classificação - avaliou o treinador proletário, Daniel Paulista.

Mesmo com o revés, o Confiança permaneceu no G-4 e segue com boa chances de classificação. Tudo será definido na última rodada. O time sergipano jogará fora de casa, diante do Ferroviário, no PV. Se vencer, consegue a classificação. Mas se houver empate, precisará torcer por uma combinação de resultados.

- Acho que fica o aprendizado, fica a lamentação. Mas vamos para a última rodada. Temos mais um jogo, todos vão ter. Depende única e exclusivamente de nossas forças. A gente sabe que vai enfrentar um adversário que tem chances, mas o Confiança depende apenas de suas próprias forças para buscar essa classificação - concluiu o técnico azulino.

Fonte: Globo Esporte / SE