.

Governo de Sergipe não tem dinheiro para o 13° salário dos servidores

O Governo do Estado ainda não tem recursos disponíveis para pagamento do 13º salário dos servidores público. Neste ano, não haverá antecipação [a exemplo de anos anteriores em que os servidores recebiam 50% na data do aniversário], mas o governo promete buscar alternativas para garantir o pagamento integral até o dia 20 de dezembro, em obediência à legislação brasileira, conforme ressaltou o secretário Sales Neto, de Comunicação Social.

Segundo o secretário, o governo está esperançoso e há uma série de possibilidades para encontrar os recursos, a exemplo do bônus de assinaturas pelo início da atividade do pré-sal que devem ser realizadas com Governo Federal e com a perspectiva de render aos cofres do governo de Sergipe algo em torno de R$ 500 milhões, segundo as previsões do secretário Sales Neto. Montante que seria suficiente para quitar o décimo terceiro salário, cuja folha está prevista para consumir R$ 300 milhões.

A expectativa é que esse bônus de assinatura seja assinado em novembro. Mas se essa alternativa não vingar e o governo não dispor dos recursos, os servidores deverão receber a gratificação natalina no mês de dezembro através de operações de crédito com parcelas e despesas do financiamento assumidas pelo Governo do Estado, segundo Sales Neto.

Por Cassia Santana