.

Governo não privatiza, mas quer estudo de viabilidade econômico-financeira da DESO

A Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Agrese), publicou na manhã desta segunda-feira (19) uma portaria que prorrogou o prazo da autorização para realização dos estudos de viabilidade técnica, econômico-financeira e jurídica, dos serviços públicos de fornecimento de água e esgotamento sanitário nos municípios operados pela Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso). 

Após análise dos requerimentos de autorização, o Estado de Sergipe publicará até o dia 03/09/2018, no Diário Oficial a autorização para realização dos estudos de viabilidade. 

O Edital de Chamamento Público n°: 07/2019 do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) para empresas interessadas nos estudos de melhoria dos serviços da Deso está aberto e disponível na íntegra no site institucional www.agrese.se.gov.br “clique aqui” 

O PMI visa orientar a participação dos interessados na elaboração de projeto para o desenvolvimento de ações relacionadas à nova estruturação para universalização da prestação dos serviços públicos pela concessionária. 

Por meio deste PMI, o Estado de Sergipe espera receber estudos de viabilidade técnica, econômico-financeira e jurídica, bem como possíveis modelagens institucionais, levantamentos, informações e demais insumos necessários à estruturação de eventual futuro projeto. 

“Vale ressaltar que, o Governo do Estado de Sergipe não terá nenhum ônus e as despesas serão custeadas em sua totalidade, pelos interessados que irão realizar os estudos”, finalizou o Diretor Presidente da Agrese, Luiz Hamilton Santana de Oliveira. 

Agrese