.

Presidente Jair Bolsonaro quer a venda da Deso

Estudo do Ministério da Economia aponta que empresas públicas que dominam o setor de saneamento gastam mais com salários do que com investimentos.

Entre 2010 e 2017, as estatais de saneamento investiram R$ 59,7 bilhões e gastaram R$ 68,1 bilhões com pessoal. É o caso da DESO, Companhia de Saneamento de Sergipe.

Veja os números da DESO:

• Em 2010, a empresa gastou com pessoal R$ 123.100.000,00 e investiu R$ 110.200.000,00.

• Em 2017, gastou com pessoal R$ 229.300.000,00 e investiu R$ 119.200.000,00.

PRIVATIZAÇÃO

Se depender da vontade do governo federal, a DESO deve ser privatizada, diferente do compromisso público, reiteradamente assumido pelo governador Belivaldo Chagas (PSD), de não vender de jeito nenhum.

Fonte: NE Noticias