.

Professor de escola estadual é condenado a prisão por oferecer sexo em troca de boas notas à alunas

Um professor de 53 anos, da rede estadual de ensino, foi condenado a um ano de prisão em regime semiaberto por oferecer sexo à alunas em troca de notas melhores. Segundo as vítimas, ele afirmava que “poderia dar um jeitinho nas notas” se elas se relacionassem com ele. O professor lecionava em em uma cidade do oeste de Santa Catarina e nega as acusações.

Os casos teriam ocorrido em 2012. A pedido do juíz, o nome da cidade não foi divulgado. A pena do professor foi substituída por prestação de serviços comunitários e multa referente a três salários.

“Desde a tenra idade, as crianças são doutrinadas a respeitar e obedecer ao professor da mesma forma que respeitam seus pais. Além disso, deve-se lembrar que a criança e o adolescente são pessoas em desenvolvimento”, afirmou o juiz na sentença.

O processo corre em segredo de justiça. O professor alega que as alunas que era extrovertido em sala de aula e as alunas que o procuravam. Ele afirma que durante as aulas utilizava termos que podem ter sido mal entendidos pelos alunos.

Fonte: Varela Noticias