.

Vereadores presos usavam empresa de Sergipe para desviar recursos

Onze vereadores paraibanos presos nesta terça-feira, 5, por promoverem um congresso falso em Gramado também utilizavam uma empresa sergipana especializada em promover eventos dirigidos para servidores públicos como forma de desviar verbas da Câmara Municipal de Santa Rita, município localizado na região Metropolitana de João Pessoa na Paraíba. 

A Polícia Civil faz buscas pelos responsáveis pelo Instituto de Capacitação de Agentes Públicos (Icap). Segundo informações, os sócios da empresa deixaram dívidas de aluguel e contas de água e energia pendentes, onerando o proprietário do imóvel.

Onze dos 19 vereadores de Santa Rita-PB foram presos e um contador [que também é oficial de justiça] daquele Poder Legislativo Municipal e um outro vereador do município de Lagarto, em Sergipe, foram citados no caso.

Fonte: NE Noticias